Curta e Compartilhe!

Economia

4 pontos para ficar atento antes de fazer um empréstimo

Publicado

on

Existem muitos pontos para ficar atento antes de fazer um empréstimo, especialmente em um momento tão crítico como o atual. Afinal, passamos por uma pandemia do novo coronavírus justamente em um momento que já era de crise econômica, com mais de 60 milhões de inadimplentes no Brasil inteiro. Isso significa que o momento é ainda mais sensível e pode resultar em vários tipos de problemas.

Portanto, antes de entrar em uma situação de empréstimos, é essencial ter atenção a certos elementos para garantir que o crédito não se transformará em um problema na sua vida e complicará ainda mais a sua situação financeira. Afinal, é fato que um empréstimo pode ser um salvador em muitas situações, mas também pode ser um agravante para uma vida financeira desorganizada.

Portanto, veja a seguir os principais pontos para ficar atento antes de fazer um empréstimo para poder garantir que o crédito terá um efeito positivo e não negativo na sua vida!

4 pontos para ficar atento antes de fazer um empréstimo

1. Qual a finalidade do empréstimo?

O primeiro ponto a ter em mente antes de fazer um crédito é pensar na sua finalidade. Para que você quer esse empréstimo? Isso é importante pois o objetivo final do crédito ajuda a definir os cuidados básicos com ele.

Por exemplo, você pode querer um empréstimo para poder juntar todas as dívidas em uma só, com uma taxa de juros menor e mais facilidade para pagar. Isso é um ponto positivo.

No entanto, você também pode querer um empréstimo para comprar um carro novo, sendo que o seu atual já é muito bom. Pense bem na finalidade do crédito e veja se essa é a melhor opção para você atualmente.

2. Qual é o CET do crédito?

O segundo ponto a analisar é o CET (Custo Efetivo Total) do empréstimo realizado. Isso é importante pois muita gente foca apenas na taxa de juros, achando que esse é o único custo de um crédito.

Na verdade, existem várias outras taxas, obrigações e custos embutidos em um empréstimo. Por isso, existe o CET, que junta todos esses custos em um número só, fácil de ser comparado. Todo banco ou financeira é obrigado a revelar o CET de um empréstimo para o cliente antes de assinar contrato. Portanto, veja o valor e compare com outras opções para entender qual é o melhor para você.

3. Qual é o prazo de pagamento?

Quando for se planejar para lidar com o empréstimo, analise bem o prazo do pagamento. Isso é importante pois muitas pessoas pensam que, quanto maior o prazo, melhor é para pagar. De fato, a tendência é que as parcelas fiquem menores mesmo. No entanto, o efeito dos juros é maior no longo prazo, o que encarece o crédito.

Portanto, veja bem o impacto que alguns meses a mais no seu empréstimo farão no custo total dele antes de assinar contrato.

4. Qual é o impacto das parcelas na sua renda mensal?

Por fim, analise bem o impacto que as parcelas terão na sua renda mensal. Afinal, há espaço para lidar com as parcelas todos os meses no seu orçamento? O ideal é que as mensalidades de um empréstimo não ultrapassem 30% da sua renda bruta mensal. Se ultrapassarem, então você pode estar em uma situação de sobrecarga e pode não conseguir lidar com a dívida no futuro.

Agora você já conhecer esses pontos para ficar atento antes de fazer um empréstimo. Com essas informações, conseguirá organizar melhor a sua vida financeira para evitar se complicar quando pegar um crédito. Dessa forma, poderá usar um empréstimo do jeito certo, para aliviar as suas dívidas ou financiar uma aquisição, em vez de aumentar o seu problema.

Gostou do papo? Então deixe um comentário abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

Comentar

Comente a notícia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

noticias