Você sabe como aumentar a segurança de dados no seu celular? Se não, então é hora de aprender. Afinal esse é um conhecimento essencial para evitar que seus dados sejam obtidos por pessoas maliciosas.

Afinal, não é raro ver uma notícia sobre algum golpe no WhatsApp cometido por criminosos com a intenção de roubar dados dos usuários.

Mas como aumentar a segurança de dados no seu celular e se proteger de invasões ou tentativas de golpes por parte de criminosos? É o que veremos a seguir. Portanto, siga a leitura!

Use a autenticação em duas etapas em aplicativos

O primeiro passo de como aumentar a segurança de dados no seu celular é entender que existem certos aplicativos que são “porta de entrada” para o seu aparelho.

Especialmente quando o objetivo dos criminosos é apenas obter informações em relação a suas conversas com as pessoas, como em aplicativos do tipo do WhatsApp, Instagram ou Telegram.

Nesses casos, a autenticação em duas etapas é a melhor maneira de proteção pois ela garante que criminosos não conseguirão entrar no seu aparelho sem o uso da senha determinada na segunda etapa.

O grande problema, no entanto, é quando eles ativam o sistema de recuperação para receber um código SMS, mas isso é um assunto que falaremos mais para frente no artigo.

Proteja sua conta Google ou Apple

Quem usa celular Android, é necessário ter uma conta do Google para controlar o sistema. Já quem usa um iPhone, a conta é da Apple (chamada de Apple ID).

Essa é a conta que gere todo o seu conteúdo em nuvem e permite, por exemplo, que seja muito mais fácil trocar de aparelho. Basta fazer login com a sua conta e baixar todos os dados salvos, como contatos e muito mais.

No entanto, as contas também são portas de entrada para hackers. Se eles invadirem a conta, poderão ter acesso a todas as informações que estão guardadas no servidor do Google ou Apple em seu nome.

Por isso, é essencial ativar a verificação em duas etapas também nas contas que gerem os seus sistemas para evitar problemas e roubo de informações.

Configure o bloqueio automático de tela com biometria

Você usa o bloqueio automático de tela do seu smartphone? Muita gente não gosta de usar pois “dá trabalho” para desbloquear depois. No entanto, essas pessoas correm sérios riscos por causa disso.

Em primeiro lugar, um celular sem bloqueio de tela pode ser facilmente invadido. Em poucos minutos, como em uma ida ao banheiro, por exemplo, uma pessoa má intencionada pode se apossar do seu aparelho e instalar um aplicativo espião nele.

De posse desse aplicativo, que você não saberá que está instalado no seu aparelho, a pessoa poderá monitorar chamadas, clonar WhatsApp e Instagram e até mesmo saber a sua localização via GPS em tempo real.

Na prática, isso faz com que você vire um alvo fácil para criminosos, mas também para pessoas próximas que queiram monitorar o seu aparelho, como cônjuge, pais, irmãos, colegas de trabalho ou chefes.

Por isso, é essencial usar a biometria que os aparelhos mais recentes possuem para bloquear a sua tela do celular. Assim, você não fica dependente dos códigos de tela e garante que somente a sua digital ou o seu rosto desbloquearão o seu smartphone.

Só use aplicativos baixados nas lojas oficiais e verificados

Quando os bandidos não conseguem encontrar uma porta de acesso aos seus dados, eles tentam abrir uma janela. No caso, isso pode ser feito pelo download de algum aplicativo malicioso.

Por isso que uma das principais dicas de como aumentar a segurança de dados no seu celular é nunca baixar um aplicativo que não seja pelas vias oficiais e verificadas.

Mesmo aplicativos que estão nas lojas oficiais, como o Google Play ou a App Store, são vulneráveis a ataques. Por isso, é importante garantir que você só vai baixar um aplicativo que já foi usado por milhões de pessoas e cujo desenvolvedor está sempre se comprometendo com a segurança.

Dessa forma, você diminui as chances de cair em um golpe baixando um aplicativo que simula alguma marca famosa mas, na verdade, é apenas uma tentativa de invadir seus dados.

Cuidado com códigos recebidos por SMS

Normalmente, o processo de verificação em duas etapas conta com uma medida de segurança. Caso você esqueça a sua senha, é só pedir para que seja enviado um SMS com um código de verificação e reestabelecer a senha.

No entanto, hackers estão usando esse procedimento para invadir celulares. Eles pedem que o código seja enviado para você e, em sequência, ligam para você de modo a obter a informação.

Eles podem, por exemplo, afirmar que são de algum médico e precisam que você passe o código via SMS para confirmar a consulta.

Por isso, nunca passe nenhum código que receber via SMS para ninguém. Assim, você garante a sua segurança e dos seus dados.

E aí, aprendeu como aumentar a segurança de dados no seu celular? Com essas dicas, seu smartphone estará protegido e suas informações também!