Curta e Compartilhe!

Redes Sociais

Google remove e desativa a extensão “the Great Suspender” do Chrome e Chrome Web Store

O Google removeu e desativou a extensão The Great Suspender do Chrome e do Chrome Web store, os usuários foram pegos de surpresa essa semana quando receberam a mensagem “Esta extensão contém malware”

Publicado

on

Google removi e desativa a extensão the Great Suspender do Chrome e Chrome Web Store

Mentes Blindadas no Google News

O Google removeu e desativou a extensão The Great Suspender do Chrome e do Chrome Web store, os usuários foram pegos de surpresa essa semana quando receberam a mensagem “Esta extensão contém malware”, em seguida a extensão foi desativada automaticamente pelo Chrome.

Os usuários do Chrome conseguem ver no endereço chrome://extensions/, que a extensão foi retirada e desativada pelo próprio navegador, todos os links que levavam ao endereço da extensão na internet agora vão para um pagina de erro 404.

extensão The Great Suspender é tirada do Chrome por malware
extensão The Great Suspender é tirada do Chrome por malware

O The Great Suspender foi uma extensão muito usada para economia de memoria ram do computador, pois quando temos muitas abas abertas do navegador, o consumo tende a ser alto, o The Great Suspender suspendia as abas que que estavam a um tempo sem ser usadas, deixando salvo o seu endereço para retornamos ao endereço com apenas um clique.

Dada a tendência do Chrome de ocupar grande parte da memória do computador, a extensão era uma maneira simples de manter o navegador em funcionando mais rápido, sem realmente forçar você a fechar as guias antigas.

Por que o The Great Suspender foi removida do Chrome?

Tudo começou em novembro do ano passado, 2020, quando surgiram as primeiras denuncias de Malware no The Great Suspender, em seguida no mesmo mes o navegador da Microsof Edge bloqueou a extensão.

Em uma reportagem do the register os internautas avisaram que uma extensão do Chrome chamada “The Great Suspender” podia ser maliciosa na época, o Google foi informado dessas preocupações e investigou a situação.

Ainda em sua reportagem o site informou que a extensão havia sido vendida pelo seu criador Dean Oemcke para uma empresa não identificada em junho de 2020.

Ao que parece as suspeitas da comunidade e o risco de ter uma extensão, com aproximadamente mais 2 milhões de usuários, nas mãos de pessoas não identificadas somadas as denuncias de Malware forçaram o Google a remover a desativar a extensão do Chrome e de sua loja digital.

Ate o momento o Google não se manifestou oficialmente sobre esse assunto.

Mentes Blindadas no Google News

Comentar

Comente a notícia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

noticias