Curta e Compartilhe!

Conhecimento

Quais são os países que mais valorizam os dentistas: conheça os principais

Publicado

on

Você sabe quais são os países que mais valorizam os dentistas? Se quiser entrar nessa profissão, precisa aprender para saber vale ou não a pena continuar no Brasil nesse mercado de trabalho.

Essa é uma decisão importante a se tomar pois o Brasil é o país com mais dentistas no mundo inteiro. São 280 mil cirurgiões-dentistas em atividade no país, com mais 11 mil sendo formados nas universidades anualmente. Por isso, há um limite para a quantidade de profissionais que podem atuar no país e muitos começam a contemplar a oportunidade de tentar a carreira em outro país.

Mas, quais são os países que mais valorizam os dentistas? Saiba a seguir!

Os 5 países que mais valorizam os dentistas

A seguir, você poderá conferir quais são os 5 países com os maiores salários do mundo para um cirurgião-dentista. Alguns dos territórios se beneficiam por ter uma moeda muito forte em relação ao Real (especialmente com a recente desvalorização da moeda face ao dólar), enquanto outros surpreendem por pagarem acima da média para esses profissionais.

Confira!

1. Espanha

A Espanha, na Península Ibérica europeia, se destaca por pagar o maior salário mundial para dentistas. Os profissionais odontológicos ganham o equivalente a $176 mil dólares por ano lá, o que daria na cotação atual algo como R$774.400,00 por ano. Isso, em salário mensal, dá mais ou menos R$64.533,33. Nada mal, não é mesmo?

2. Suíça

Mais um país europeu na lista (o Velho Continente está entre os que mais valorizam a saúde bucal no mundo inteiro). A Suíça, assim como a Espanha, se beneficia da força do Euro para ter um dos maiores salários do mundo para dentistas, mas também paga acima da média para a profissão.

Claro, não chega perto do valor pago pela Espanha, mas surpreende pelo seu tamanho: $96.800 dólares por ano para um dentista, o equivalente a R$425.920,00 (ou R$35.493,33 por mês).

3. Noruega

A Noruega é uma terra nórdica de grande bem-estar social e muito foco na saúde da sua população. Considerando o impacto positivo que a saúde bucal tem no organismo, ela não poderia deixar de estar na lista dos países que mais valorizam dentistas.

Na média, um cirurgião dentista ganha, na Noruega, um salário anual de $93.100,00 mil dólares, o equivalente a R$409.640,00 na cotação atual (ou salário mensal de R$34.136,66).

4. Canadá

O primeiro representante da América do Norte na lista dos países que mais valorizam dentistas é o Canadá. Não é à toa que a nação está na 13ª posição no ranking de maiores IDHs do mundo.

No Canadá, um dentista ganha, em média, $81.800 dólares anuais, o que é o equivalente a R$359.920 por ano ou R$29.993,33 por mês.

5. Estados Unidos

A maior economia do mundo é, também, um dos 5 países que mais valorizam dentistas no planeta inteiro. Por lá, o profissional da área costuma ganhar em média $74.000,00 anualmente, o que é o equivalente a R$325.600,00 (ou R$27.133,00 por mês).

No entanto, vale lembrar que os EUA não são uma boa opção de imigração para o dentista brasileiro. Isso porque o mercado americano é o 2º mais lotado de profissionais da área, o que faz com que faltem vagas por lá também. Assim, a competição por lá é tão alta que causa falta de vagas.

Esses são os 5 países que mais valorizam dentistas no mundo. Ainda existem muitos outros com bons salários, condições de trabalho e baixa concorrência, como a Nova Zelândia, Suécia, Japão e Austrália.

E aí, gostou do conteúdo? Então comente abaixo contando qual desses países citados é o seu favorito e, se você está pensando em seguir carreira na área de odontologia, quem sabe pode ir morar pra lá e ganhar um dinheiro extra!

Comentar

Comente a notícia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conhecimento

Descubra como reconhecer a dependência emocional nas relações

Para ajudar você, ou outra pessoa que esteja passando por isso, citaremos tudo sobre como reconhecer a dependência emocional nas relações, e o que fazer para evitar isso.

Publicado

on

Descubra como reconhecer a dependência emocional nas relações

Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News

Muitas vezes de forma involuntária, a dependência emocional nas relações é algo que ocorre bastante e você pode estar passando por isso.

Dessa forma, é muito comum a seguinte frase: “o que eu vou fazer sem determinada pessoa”? uma vez que sua rotina e você se adaptou a ela.

Ou seja, como o próprio nome já disse, você se torna dependente emocionalmente daquela pessoa, devido à relação que vocês possuem.

No entanto, além da famosa frase, existem algumas outras coisas que podem mostrar a dependência emocional em todas as relações.

E, devido nem sempre temos aquela pessoa no cotidiano, acaba sendo algo que faz mal, onde você precisa reconhecer isso e buscar ajuda.

Portanto, para ajudar você, ou outra pessoa que esteja passando por isso, citaremos tudo sobre como reconhecer a dependência emocional nas relações, e o que fazer para evitar isso.

Como reconhecer a dependência emocional nas relações?

Antes de qualquer coisa, você precisa saber que a dependência emocional não se resume apenas a relações amorosas.

Nesse sentido, diferente do que muitos pensam, você pode ter esse problema de dependência em diversos tipos de casos e relações.

Sendo assim, confira como reconhecer essa dependência totalmente emocional, nas principais relações:

Relacionamentos amorosos

Por mais que ele não seja o único, os relacionamentos amorosos ainda são os principais causadores da dependência emocional.

Dessa forma, você pode perceber essa dependência, quando no relacionamento já não existe mais aquele prazer, ocorrendo:

  • Brigas
  • Xingamentos
  • Discordâncias
  • E dentre outras coisas

No entanto, mesmo com tudo isso, você não consegue largar o relacionamento, com medo principalmente de ficar sozinho.

Ou seja, basicamente, a pessoa se tornou sua rotina, e mesmo com todos os problemas você não consegue acabar com o ciclo amoroso.

Isso também é um dos principais geradores de alcoolismo e depressão, sendo às vezes necessário até mesmo a procura de uma clínica de reabilitação para alcoólatras.

Relações entre parentes

Depois das relações de dependência emocional com parentes, uma outra relação que pode envolver bastante a parte emocional, é entre parentes.

Nesse sentido, isso acontece muito principalmente entre pais e filhos, onde alguns não conseguem aceitar que o filho tenha a sua individualidade.

Desse modo, pode acontecer de ocorrer aquela relação sufocante, onde muitos pais chegam a usar chantagem emocional, para impedir que os seus filhos sigam a vida.

Além disso, você também vai ver que isso ocorre com os filhos, onde muitos, devido a relação parental, não conseguem seguir o próprio rumo.

Sendo assim, mesmo que seja necessário seguir a sua própria vida, ocorre aquele medo de não conseguir viver separados dos pais e dentre outras coisas.

Portanto, se você faz esse tipo de coisa, ou sofre com alguma delas, certamente estamos falando de uma grande dependência emocional.

Amizade

Por fim, mas também uma das dependências emocionais bem presentes, são as amizades.

Atualmente, você pode notar que muito é usado o termo de amizade tóxica, que basicamente são pessoas que podem acabar tirando o seu bem-estar.

Dessa forma, você pode reconhecer a dependência emocional, principalmente em casos de ciúmes extremos, a ponto de o seu amigo (a), não permitir que você tenha outras pessoas em seu ciclo.

No entanto, devido a amizade, principalmente se for de muito tempo, acaba ocorrendo aquele medo de uma conversa.

Ou, até mesmo chegar a terminar o ciclo de amizade com aquela pessoa.

Então, acaba preferindo se magoar, do que tomar uma ação, principalmente com medo de não conseguir adquirir outras amizades.

O que fazer para evitar a dependência emocional?

Infelizmente, essa dependência é algo que de toda forma acaba seguindo grande parte das pessoas.

Dessa forma, acaba sendo algo comum, muitas vezes inevitável, principalmente quando o contato é a muito tempo.

Logo, para essa dependência, o que você pode procurar a ajuda de uma pessoa próxima e confiável, para trazer outro ponto de vista.

Até porque, muitas das vezes, você pode achar que é coisa da sua cabeça, e assim acabar seguindo devido a dependência emocional.

No entanto, muitas das vezes apenas isso pode não ser o suficiente para tratar esse problema, sendo essencial um acompanhamento psicológico.

Além disso, você precisa saber que a dependência causada por emoções pode trazer outros problemas, como alcoolismo, depressão, ansiedade, entre outros.

Assim, caso também for necessário, o ideal é buscar uma clínica de recuperação para dependentes químicos.

Portanto, não leve esse problema como algo normal, uma vez que isso pode acabar com o seu psicológico, tornando sua vida um verdadeiro caos.

O ideal é que você procure sempre algo que lhe deixe saudável, e que vai lhe trazer felicidade.

Considerações finais

Se você queria saber como reconhecer a dependência emocional, certamente esse artigo abriu muito a sua mente.

Então, se você tem casos próximos, ou até mesmo si próprio esteja passando por essa situação, procure ajuda imediatamente.


Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News
Continuar lendo

TECNOLOGIA

CONHECIMENTO

NOTÍCIAS POPULARES