Veja como aprender mais sobre:

O que é e como funciona a automação residencial?

Chamamos de automação residencial os sistemas que automatizam uma casa ou edifício de qualquer tipo, controlando eletrodomésticos, ar condicionado e aquecimento, ventilação, serviços de gestão de energia, segurança, bem-estar e comunicação.

O controle dos diferentes equipamentos e instalações de uma casa ou edifício pode ser integrado através de redes de comunicação interna e externa, com ou sem fio.

O controle de todos esses sistemas pode gozar de uma certa onipresença, dentro e fora de casa. Pode ser definido como a integração da tecnologia no design inteligente de um espaço fechado.

De uma forma mais simples é implementar em nossa casa sistemas automáticos que abram as persianas e janelas pela manhã ao nos levantarmos, fechem com o sol ou chuva, ou abram em horários de temperatura agradável…

Por exemplo, se ligarmos o aquecimento ou o ar condicionado, nos avise que existe uma janela aberta e, se necessário, fechá-la para evitar que a temperatura que pretendemos atingir escape por ai.

O que nos oferece a automação residencial?

Os benefícios que um sistema de automação residencial nos proporciona são principalmente a economia de energia, embora também tenha vindo a contribuir com o aumento do conforto em casa. Os seus sistemas estão ligados a um painel de controle possível de ser gerenciado através do smartphone com acesso à internet. Também pode ser utilizado através da internet fixa se tiver boa cobertura e velocidade de ligação. Teste a rapidez da ligação com o meo speed test.

Eficiência energética

Em relação à eficiência energética, a automação residencial permite uma gestão inteligente da iluminação doméstica, eletrodomésticos, aquecimento ou ar condicionado, abastecimento de água e irrigação do nosso jardim. Com esses sistemas é possível programar que todos os dispositivos conectados, sejam colocados em funcionamento nas horas em que a energia elétrica é mais econômica.

Conforto

Quanto à comodidade e conforto, permite que alguns aparelhos ou instalações elétricas funcionem isoladamente de acordo com as necessidades das pessoas. 

Por exemplo, retirar o toldo que nos protege do sol, se o vento ficar forte e houver perigo de quebrar. Se começar a chover, fecha as janelas para que a água não entre na casa.

Este sistema acende as luzes quando entramos em uma sala e as apaga quando saímos. Todos esses exemplos e muitos mais, sem a necessidade de ninguém fazer nada.

Segurança

A automação residencial oferece segurança. Um sistema de automação residencial possui controles e alarmes que detectam imediatamente incêndios, vazamentos de água e até gás, vidros quebrados e ainda avisa se alguém tentar forçar uma porta.

Além disso, pode simular movimentos na ausência de moradores da casa, acender luzes aleatoriamente ou enviar notificações por e-mail, em caso de algum acidente, entre diversos outros aplicativos.

Acessibilidade

Em termos de acessibilidade, a automação residencial facilita a gestão de diferentes equipamentos domésticos, para que pessoas com deficiência ou alguma limitação possam funcionar com facilidade.

A importância de monitorar o consumo de energia em casa

Hoje, um sistema de automação residencial oferece uma grande variedade de funções destinadas a monitorar o consumo de água, gás, diesel ou outro combustível, e o consumo elétrico de todos os sistemas da casa (iluminação, eletrodomésticos, sistemas de comunicação, refrigeração e/ou aquecimento, etc).

Ao monitorar tudo o que acontece, obtemos informações sobre os horários em que mais consumimos energia (diária, mensal, anual), qual sistema em nossa casa está consumindo mais e se o consumo é normal ou demasiado alto.

Todas essas informações nos ajudam a mudar hábitos ou padrões de comportamento em nossa casa em algumas atividades que podem ser alteradas de tempos em tempos, por exemplo, colocar a máquina de lavar ou lava-louças em horários de menor consumo de energia elétrica.

Em suma, a automação residencial permite que as condições de moradia sejam ajustadas às necessidades de todas as pessoas que nela habitam e contribuindo para a eficiência energética do lar.

Mentes Blindadas no Google News