Mentes Blindadas no Google News

Você talvez ainda não tenha percebido, mas caso pare para pensar, conseguirá perceber como o tempo em casa com a pandemia mudou as pessoas. Algumas mudanças são óbvias, dá para ver de longe. Já outras, são mais discretas (e até perigosas, em algum sentido). Por isso, é importante ter em mente que todos nós fomos afetados pela pandemia de um jeito ou de outro e, assim, podemos nos cuidar melhor.

Por enquanto, a pandemia segue intensa. No momento de escrita deste conteúdo, o Brasil tinha sua pior média móvel da pandemia em relação a novos casos, o que dá indícios de uma nova avalanche de mortos no fim de 2020 e começo de 2021. Por isso, é importante entender que essas situações causam impacto nas pessoas e, de certo modo, talvez até mesmo sejam consequências das mudanças que já aconteceram.

Quer saber como o tempo em casa com a pandemia mudou as pessoas? Então siga a leitura abaixo!

Como o tempo em casa com a pandemia mudou as pessoas?

Mais cuidados com o lar

Uma das primeiras mudanças notadas nessa pandemia foi um aumento de cuidados com a casa. Mais obras foram feitas no lar, mais produtos de decoração e móveis foram comprados e houve um aumento de chamadas para empresas de assistência técnica, como a Assistec JR.

Ainda é cedo para especular, mas dá para imaginar que esse aumento de cuidados com a casa tenha sido motivado justamente pelo fato que as pessoas estão mais tempo em casa.

A pessoa fica em seu próprio apartamento ou na sua casa e começa a notar mais detalhes que antes não percebia. É uma porta que range de vez em quando, é um vazamento na pia do banheiro ou mesmo uma parede que está muito vazia. Isso faz com que a pessoa se anime para fazer um reparo, comprar uma decoração ou chamar a assistência técnica.

Mais ansiedade

O Brasil já era o país mais ansioso do mundo pré-pandemia do novo coronavírus. Com a pandemia, então, disparou na liderança, já que houve uma explosão de casos de ansiedade e um aumento considerável na intensidade dela também.

A razão para isso é bem simples. Fomos um dos países com pior registro no trato da doença. Mesmo com o lockdown, tivemos muitos casos e muitas mortes. Além disso, ainda tivemos um ano eleitoral no meio da pandemia, o que já é bem estressante normalmente.

Menos quarentena

No começo da pandemia, a taxa de pessoas cumprindo o distanciamento social e ficando isolados em casa era altíssima. Praticamente todas as pessoas que não eram trabalhadores essenciais estavam em casa.

No entanto, com o passar do tempo, a exigência começou a ficar pesada demais e as pessoas foram relaxando nos cuidados. No momento de publicação dessa pauta, o Datafolha registrou o menor índice de isolamento social do país nesta pandemia, o que explica o crescimento de casos.

Mais alimentação saudável

Por fim, uma mudança significativa durante a pandemia foi o aumento das refeições saudáveis. Isso porque as pessoas estão comendo mais em casa e menos em restaurantes e praças de alimentação. Assim, a comida é feita com mais carinho, menos conservantes e mais ingredientes naturais e saudáveis.

Pronto! Agora você já viu como o tempo em casa com a pandemia mudou as pessoas. Foram muitas alterações, é verdade, mas listamos apenas algumas das principais. Como deu para ver, nem tudo é 100% ruim e nem tudo é 100% bom. Tem coisas boas e outras não tão legais assim. É importante tentar tirar o melhor possível das situações e, se der, tentar descartar aquilo que não é bom.

E aí, como a pandemia mudou você nesse período? Comente abaixo!

Mentes Blindadas no Google News