A situação do novo coronavírus no Brasil é crítica. São mais de 11 mil mortos até o momento, sem perspectiva de diminuição de ritmo a curto prazo. Por isso, muitas pessoas buscam por alternativas de transporte seguro na pandemia.

Afinal, apesar de tudo, ainda precisamos nos locomover para lá e para cá. É necessário comprar suprimentos para a nossa casa, alguns precisam trabalhar pois são trabalhadores essenciais e até mesmo ir para o hospital em caso de necessidade.

No entanto, quais são as opções de transporte seguro na pandemia? Veja abaixo!

Pegar um motorista de aplicativo é transporte seguro na pandemia?

Uma das grandes preocupações do público em relação a possíveis transportes seguros durante a crise do novo coronavírus é saber onde estão os maiores riscos de contaminação.

É claro que pegar ônibus, metrô ou trem está fora de cogitação ou quase em um momento tão sensível quanto esse. Afinal, o vírus pode permanecer nesses locais por horas e até dias.

Além disso, a aglomeração é um lugar muito fértil para que uma pessoa assintomática (que tenha o vírus, mas não saiba) possa transmiti-lo para alguém próximo.

No entanto, será que um transporte com motorista de aplicativo é seguro durante a pandemia? A resposta é que depende de cada caso.

Um motorista da Mundi Limos, por exemplo, tem como prerrogativa a higienização completa do veículo antes de pegar cada passageiro.

Além disso, todos usam máscara, luvas e todas as regras de segurança e higiene para poder conduzir alguém de um ponto a outro.

Nesse caso, é seguro usar o serviço. No entanto, outros aplicativos em que os motoristas fazem várias viagens por hora não representam a mesma segurança já que é muito difícil que todos tenham feito a higienização correta após a saída de cada passageiro.

Por isso, é possível que um passageiro com o vírus tenha estado ali, falado alguma coisa e gotículas esteja no ar ou nos assentos. Quando a pessoa entra no carro, se contamina e passa a ter o novo coronavírus.

Portanto, é importante ter muito cuidado antes de pegar um motorista de aplicativo para poder ir de um lado a outro. Afinal, você não sabe quais são os hábitos de limpeza daquele automóvel.

O melhor é optar por serviços profissionais, em que os motoristas devem cumprir um padrão de exigência e qualidade mais alto e que fazem menos corridas, o que dá mais tempo de cuidar dessa questão.

Comprar um carro é um transporte seguro na pandemia?

Uma alternativa a ir de transporte de motorista de aplicativo é comprar um carro para o período da pandemia.

Em termos de segurança e higiene, essa é a melhor opção. Se somente você usar o automóvel e não der carona para as pessoas, o risco de infecção é praticamente nulo.

O único risco é o vírus entrar no carro pelo sistema de ar-condicionado. No entanto, oficinas mecânicas estão oferecendo limpezas e tratamentos para evitar isso.

No entanto, nem todo mundo tem verba para fazer essa aquisição de repente ou tem os cuidados necessários para não transformar o carro em uma cápsula de contaminação.

Para poder se prevenir do novo coronavírus, por exemplo, é necessário passar álcool gel no volante, no painel e no câmbio da marcha consistentemente, por exemplo, além de lavar as mãos assim que sair do automóvel.

Uma solução nesse caso é alugar um carro para poder ir e vir durante os períodos da quarentena.

Essa alternativa é interessante pois o custo é menor, especialmente se o automóvel só for usado em situações em que realmente é necessário e não todos os dias.

Nesse caso, as locadoras de automóveis seguem todos os bons hábitos de higiene e deixam o carro na sua casa com toda a segurança possível. Em seguida, você deverá limpá-lo com álcool gel antes de dirigir.

Quando terminar o que tiver de fazer, lave bem as mãos com água e sabão e passe uma nova rodada de álcool gel no volante, painel e câmbio para devolver o carro.

Isso ajudará na segurança e na prevenção da propagação do novo coronavírus.

Pegar um avião é uma alternativa?

No momento, o transporte aéreo está o mais limitado possível. Pouquíssimos aviões estão saindo do chão e, a grande maioria, são cargueiros. A razão disso é bem óbvia: um avião é um espaço fechado, sem circulação adequada de ar e, portanto, um lugar excelente para a propagação do novo coronavírus.

Uma pessoa infectada em um avião com 300 passageiros em um vôo de 9 horas, por exemplo, pode ser responsável por infectar todos.

Portanto, mesmo que haja um voo disponível e você use máscaras, a recomendação é de não seguir em transporte aéreo no momento. Talvez quando a taxa de contaminação diária reduzir para menos de 10 casos por dia seja o momento de pegar um avião.

E aí, gostou de aprender mais sobre transporte seguro na pandemia? Não esqueça, então, de compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais para que seus amigos também aprendam como se proteger!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.