Curta e Compartilhe!

Curiosidades

Como saber se uma pessoa está com anemia?

Publicado

on

Mentes Blindadas no Google News

Um conhecimento muito importante que podemos ter é o de como saber se uma pessoa está com anemia. Afinal, essa é uma doença relativamente silenciosa, fruto da deficiência de alguns nutrientes no corpo e de difícil detecção. Quando não estamos atentos aos sintomas, é fácil deixar com que eles passem despercebidos e não consigamos resolver o problema adequadamente.

É importante ter em mente que, apesar da anemia atingir proporcionalmente mais mulheres e crianças com menos de 2 anos, é fato que ela pode alcançar todos os tipos de pessoas, independentemente do gênero ou da idade. Portanto, é importante que todos estejam atentos aos leves sintomas da anemia para poder identificar a condição assim que possível. Afinal, cerca de 25 a 33% da humanidade provavelmente tem anemia atualmente.

Quer aprender como saber se uma pessoa está com anemia? Então siga as nossas dicas abaixo para descobrir!

O que é a anemia?

A anemia é caracterizada pela condição em que o nosso sangue não conta com uma quantidade aceitável de glóbulos vermelhos saudáveis. Normalmente, o padrão para essa caracterização é quando o nível de hemoglobina no sangue é menor do que 12 g/dL em mulheres e 13 g/dL em homens. Como não há glóbulos vermelhos o suficiente no sangue, há menos oxigênio sendo levado para os órgãos, o que faz com que eles trabalhem em menor ritmo e possam ter problemas mais sérios no futuro.

Normalmente, a causa da anemia está na falta de ferro no organismo, uma vez que ele é essencial para a produção de glóbulos vermelhos no sangue. No entanto, é possível que a anemia seja causada por outros problemas também, que podem ser identificados por médicos especializados na área. Além do ferro, a ausência de outros nutrientes também pode causar a anemia, como a falta de zinco, de ácido fólico, de vitamina B12 e de proteínas. No entanto, a vasta maioria dos casos é causada pela ausência de ferro mesmo.

Como saber se uma pessoa está com anemia?

Normalmente, a anemia só é identificada com certeza através de um diagnóstico médico especializado. No entanto, é possível identificar alguns sintomas e fazer alguns pequenos testes para, no mínimo, criar uma suspeita forte o suficiente para ser levada até um médico em busca do diagnóstico correto.

Os sintomas mais comuns da anemia incluem o cansaço (fadiga), uma palidez excessiva na pele, falta de ar, tonturas e vertigens, além de um ritmo cardíaco mais acelerado (afinal, o coração tenta bombear mais sangue para levar mais oxigênio para os órgãos). A pressão baixa também é um sintoma dessa questão.

A maneira mais segura de realmente confirmar a anemia é com um exame de sangue para avaliar os níveis de hemoglobina (que são os glóbulos vermelhos) no sangue. Se eles estiverem abaixo do esperado ou do padrão para a idade e gênero da pessoa, a anemia é caracterizada e o tratamento pode ter início. No entanto, caso você não tenha certeza de “vale a pena” fazer o exame de sangue (sempre vale!), existem algumas perguntas simples que você pode fazer e que ajudam a indicar se você está ou não com anemia. Por exemplo:

  • Você tem uma vontade inexplicável de comer coisas estranhas (exemplo, tijolo)?;
  • Você tem baixa produtividade no trabalho?;
  • Você tem dores de cabeça constantes?;
  • Você sente cansaço anormal ou uma falta de ar constante?;
  • Sua pressão está baixa vários dias seguidos?;
  • Você sente uma tontura ao levantar ou sente vertigem quando está em algum andar mais alto e olha pela janela?;
  • Sua pele está mais pálida?;
  • Você se sente mais irritadiço, ou seja, é mais fácil as pessoas irritarem você?;
  • Você notou uma falta de memória ou concentração no dia a dia?.

Se você respondeu com “Sim” na maior parte das perguntas acima, é possível que você ou algum conhecido tenham anemia. Não é um diagnóstico médico! Claro que não, mas é um indicativo de que talvez seja hora de procurar um profissional para poder elucidar a questão.

Qual o tratamento?

O tratamento da anemia varia de acordo com a gravidade da situação ou do tipo de anemia. Na maior parte dos casos, é possível tratar a questão com suplementos com ferro e vitamina B ou com uma mudança de dieta, com alimentos que ajudam a combater a anemia. Em casos mais graves, no entanto, pode ser necessário uma transfusão de sangue ou até mesmo o uso de medicamentos como a Alfaepoetina, que estimulam a produção de mais glóbulos vermelhos no sangue.

Agora que você já viu como saber se uma pessoa está com anemia, pode ficar mais atento aos seus próprios sintomas, bem como aos de amigos, familiares e colegas de trabalho. Isso poderá ajudar a identificar mais rapidamente a situação, permitindo que o tratamento seja mais veloz e eficiente. Assim, será possível reduzir ao máximo a incidência dessa condição no seu dia a dia.

E aí, gostou do conteúdo? Se você achou as informações úteis, divulgue esse artigo nas redes sociais para que mais pessoas saibam sobre o assunto!

Mentes Blindadas no Google News

Comentar

Comente a notícia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conhecimento

Descubra como reconhecer a dependência emocional nas relações

Para ajudar você, ou outra pessoa que esteja passando por isso, citaremos tudo sobre como reconhecer a dependência emocional nas relações, e o que fazer para evitar isso.

Publicado

on

Descubra como reconhecer a dependência emocional nas relações

Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News

Muitas vezes de forma involuntária, a dependência emocional nas relações é algo que ocorre bastante e você pode estar passando por isso.

Dessa forma, é muito comum a seguinte frase: “o que eu vou fazer sem determinada pessoa”? uma vez que sua rotina e você se adaptou a ela.

Ou seja, como o próprio nome já disse, você se torna dependente emocionalmente daquela pessoa, devido à relação que vocês possuem.

No entanto, além da famosa frase, existem algumas outras coisas que podem mostrar a dependência emocional em todas as relações.

E, devido nem sempre temos aquela pessoa no cotidiano, acaba sendo algo que faz mal, onde você precisa reconhecer isso e buscar ajuda.

Portanto, para ajudar você, ou outra pessoa que esteja passando por isso, citaremos tudo sobre como reconhecer a dependência emocional nas relações, e o que fazer para evitar isso.

Como reconhecer a dependência emocional nas relações?

Antes de qualquer coisa, você precisa saber que a dependência emocional não se resume apenas a relações amorosas.

Nesse sentido, diferente do que muitos pensam, você pode ter esse problema de dependência em diversos tipos de casos e relações.

Sendo assim, confira como reconhecer essa dependência totalmente emocional, nas principais relações:

Relacionamentos amorosos

Por mais que ele não seja o único, os relacionamentos amorosos ainda são os principais causadores da dependência emocional.

Dessa forma, você pode perceber essa dependência, quando no relacionamento já não existe mais aquele prazer, ocorrendo:

  • Brigas
  • Xingamentos
  • Discordâncias
  • E dentre outras coisas

No entanto, mesmo com tudo isso, você não consegue largar o relacionamento, com medo principalmente de ficar sozinho.

Ou seja, basicamente, a pessoa se tornou sua rotina, e mesmo com todos os problemas você não consegue acabar com o ciclo amoroso.

Isso também é um dos principais geradores de alcoolismo e depressão, sendo às vezes necessário até mesmo a procura de uma clínica de reabilitação para alcoólatras.

Relações entre parentes

Depois das relações de dependência emocional com parentes, uma outra relação que pode envolver bastante a parte emocional, é entre parentes.

Nesse sentido, isso acontece muito principalmente entre pais e filhos, onde alguns não conseguem aceitar que o filho tenha a sua individualidade.

Desse modo, pode acontecer de ocorrer aquela relação sufocante, onde muitos pais chegam a usar chantagem emocional, para impedir que os seus filhos sigam a vida.

Além disso, você também vai ver que isso ocorre com os filhos, onde muitos, devido a relação parental, não conseguem seguir o próprio rumo.

Sendo assim, mesmo que seja necessário seguir a sua própria vida, ocorre aquele medo de não conseguir viver separados dos pais e dentre outras coisas.

Portanto, se você faz esse tipo de coisa, ou sofre com alguma delas, certamente estamos falando de uma grande dependência emocional.

Amizade

Por fim, mas também uma das dependências emocionais bem presentes, são as amizades.

Atualmente, você pode notar que muito é usado o termo de amizade tóxica, que basicamente são pessoas que podem acabar tirando o seu bem-estar.

Dessa forma, você pode reconhecer a dependência emocional, principalmente em casos de ciúmes extremos, a ponto de o seu amigo (a), não permitir que você tenha outras pessoas em seu ciclo.

No entanto, devido a amizade, principalmente se for de muito tempo, acaba ocorrendo aquele medo de uma conversa.

Ou, até mesmo chegar a terminar o ciclo de amizade com aquela pessoa.

Então, acaba preferindo se magoar, do que tomar uma ação, principalmente com medo de não conseguir adquirir outras amizades.

O que fazer para evitar a dependência emocional?

Infelizmente, essa dependência é algo que de toda forma acaba seguindo grande parte das pessoas.

Dessa forma, acaba sendo algo comum, muitas vezes inevitável, principalmente quando o contato é a muito tempo.

Logo, para essa dependência, o que você pode procurar a ajuda de uma pessoa próxima e confiável, para trazer outro ponto de vista.

Até porque, muitas das vezes, você pode achar que é coisa da sua cabeça, e assim acabar seguindo devido a dependência emocional.

No entanto, muitas das vezes apenas isso pode não ser o suficiente para tratar esse problema, sendo essencial um acompanhamento psicológico.

Além disso, você precisa saber que a dependência causada por emoções pode trazer outros problemas, como alcoolismo, depressão, ansiedade, entre outros.

Assim, caso também for necessário, o ideal é buscar uma clínica de recuperação para dependentes químicos.

Portanto, não leve esse problema como algo normal, uma vez que isso pode acabar com o seu psicológico, tornando sua vida um verdadeiro caos.

O ideal é que você procure sempre algo que lhe deixe saudável, e que vai lhe trazer felicidade.

Considerações finais

Se você queria saber como reconhecer a dependência emocional, certamente esse artigo abriu muito a sua mente.

Então, se você tem casos próximos, ou até mesmo si próprio esteja passando por essa situação, procure ajuda imediatamente.


Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News
Continuar lendo

TECNOLOGIA

CONHECIMENTO

NOTÍCIAS POPULARES