Curta e Compartilhe!

Notícias

Lava jato: Wassef denunciado por desvios de R$ 4,6 milhões

Publicado

on

Lava jato: Wassef denunciado por desvios de R$ 4,6 milhões

A força tarefa da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro denunciou o ex-advogado da familia Bolsonaro Frederick Wassef, Marcia Zampiron, o empresário Marcelo Cazzo, a advogada Luiza Nagib Eluf e o ex-presidente da Federação do Comércio do Rio, Orlando Diniz, por peculato e lavagem de R$ 4,6 milhões supostamente desviados das do Sesc, do Senac e da Fecomércio.

A denuncia foi apresentada atraves da Operação E$quema S, que teve que investiga irregularidade com escritorios de advocacia e o Sistema S do Rio.

No inicio do mês  o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, colocou 26 pessoas no banco dos réus por suposta participação no mesmo esquema.

Segundo a Lava Jato as investigações apontaram contratos falsos entre o Sesc, Senac e Fecomercio, o ponto de partida foi a delação premiada de Orlando Diniz.

Em depoimento o ex-presidente da Fecomércio do Rio contou que buscava ‘comprar uma solução política’ e se ‘blindar das consequências dos desvios de recursos que vinham sendo praticados’ por ele. 

AS Últimas Notícias

Receba diariamente nossa newsletter em seu email

Invalid email address

Procuradoria vasculhou um endereço residencial e outro comercial ligado ao advogado Frederick Wassef na capital paulista e ainda em seu escritório em Atibaia, no interior de São Paulo.

A quebra de sigilo bancário do grupo indicou que, entre dezembro de 2016 e junho de 2017, o escritório de Luiza Nagib Eluf transferiu R$2,6 milhões ao escritório de Wassef e R$751 mil diretamente a Marcia.

Comentar

Comente a notícia

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ECONOMIA

TECNOLOGIA

noticias

Entenda: caso Bruno e Dom Philips