Curta e Compartilhe!

Curiosidades

Morar perto do mar: entenda quais são os principais benefícios

Publicado

on

Você conhece os benefícios de morar perto do mar? Se não, então é hora de conhecer. Afinal, pode ser que seja vantajoso para você se mudar para uma cidade litorânea em breve.

Dizemos isso porque morar na praia tem uma série de vantagens significativas para a sua saúde, qualidade de vida e até mesmo sua vida em família. Pois é! Não é à toa que tanta gente decide morar no litoral depois que se aposenta.

Se você está cansado da vida no interior e quer mudar isso, veja a seguir alguns benefícios de morar perto do mar.

1. É possível encontrar maior qualidade nos imóveis

Você provavelmente sabe que existe uma relação entre oferta e demanda de produtos que determina o seu preço. Por exemplo, quanto mais pessoas querem um tomate, menos tomates temos, mais caro fica o tomate.

O mesmo acontece, por exemplo, com lotes de terra. Quanto mais gente quer morar em um determinado lugar e com menos terra disponível, mais cara é aquela terra.

Basta ver como as cidades que têm o m² mais caro do mundo, como Nova York e Tóquio, são também aquelas que têm o maior número de moradores.

Um dos benefícios de morar perto do mar, portanto, é que você poderá se beneficiar dessa lógica e usufruir dos melhores imóveis da cidade. Afinal, a região perto do mar é a mais valorizada, apesar de termos outros locais interessantes como caso do quinta da baroneza.

Veja a capital de Santa Catarina, por exemplo. Se você quiser morar perto das praias, encontrará vários imóveis de luxo em Florianópolis para viver. São todos apartamentos ou casas de altíssimo nível, com muito conforto e comodidade.

As casas mais simples e condomínios mais modestos da cidade estão em regiões mais distantes do mar.

2. A qualidade de vida fica muito melhor

Um dos benefícios de morar perto do mar é o fato de que a sua qualidade de vida melhora muito por causa disso. Começando, claro, pelas opções de lazer. Afinal, a região perto das praias tende a ser uma região turística, o que gera incentivos para a instalação de estabelecimentos de lazer.

Você terá vários restaurantes de alta qualidade, teatros, cinemas, lojas de roupas e muitas casas de festas para poder curtir a vida. Quem não gosta de tanta badalação preferirá opções de lazer natural, como a própria praia, luaus, práticas de surf, fazer caminhadas ou trilhas.

Aliás, muitas dessas atividades são coletivas, o que faz com que o laço familiar fique mais fortalecido. Afinal, as pessoas vão juntas usufruir dessas atividades, fazendo com que elas reforcem a relação que têm.

3. A melhoria na saúde é um dos benefícios em morar perto do mar

A qualidade de vida não melhora só por causa do lazer mais apurado, mas também por vários outros benefícios. O primeiro deles é que a vida no litoral tem mais incentivos para a prática de exercícios físicos.

Afinal, a menos de 5 ou 10 minutos de distância estão atividades, como surfar, nadar, correr, caminhar, jogar vôlei ou futebol e muitas outras. Por isso, há sempre uma maneira nova de exercitar o seu corpo.

Além disso, o ar no litoral tende a ser mais puro do que no interior ou em grandes cidades. Afinal, há menos fábricas e indústrias trabalhando ali, além de menos carros, o que resulta em menos poluição.

Para completar, a saúde mental também ganha pontos perto do mar. A vida no litoral é um pouco mais tranquila, com mais saídas para um restaurante ou bar e menos sofrimento no trânsito. Por causa disso, nosso estresse é aliviado mais facilmente, o que diminui quadros de depressão, ansiedade e outros males.

4. Morar perto do mar permite maior contato com a natureza

Para quem gosta de uma vida em maior contato com a natureza, morar perto do mar é uma ótima oportunidade de realizar esse sonho.

Em primeiro lugar, obviamente, há o fato de que o mar está logo ali. Existem poucas forças da natureza tão impactantes quanto o mar, então esse é um grande ganho. Além disso, a região do litoral tende a ter uma maior parte da vegetação conservada, o que gera trilhas e lugares incríveis para piqueniques e outras atividades.

Complementando, o número de empregos em contato com a natureza é maior no litoral, o que garante mais chances de criar esse vínculo com o ambiente ao nosso redor.

5. A alimentação é mais saudável quando moramos perto do mar

Para finalizar, é importante ressaltar que a alimentação tende a ser mais saudável no litoral do que nas grandes cidades. Isso porque há menos espaço para carne vermelha e maior consumo de peixes frescos, que ajudam com a presença de Ômega-3 e menos gorduras.

Todos nós sabemos que uma dieta à base de frutos do mar também costuma ser melhor harmonizada com legumes e vegetais, o que gera um ganho duplo na alimentação.

E aí, aprendeu sobre os inúmeros benefícios de morar perto do mar? Não é à toa que 1 em cada 4 pessoas no Brasil escolhe viver no litoral, não é mesmo?

De qualquer forma nem todos se adaptam bem, ser for o seu caso experimente dar uma olhada no condomínio quinta da baroneza, mas se você se convenceu de que deveria morar em uma cidade de praia, mande este artigo para sua família e convença-os também.

Comentar

Comente a notícia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conhecimento

Descubra como reconhecer a dependência emocional nas relações

Para ajudar você, ou outra pessoa que esteja passando por isso, citaremos tudo sobre como reconhecer a dependência emocional nas relações, e o que fazer para evitar isso.

Publicado

on

Descubra como reconhecer a dependência emocional nas relações

Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News

Muitas vezes de forma involuntária, a dependência emocional nas relações é algo que ocorre bastante e você pode estar passando por isso.

Dessa forma, é muito comum a seguinte frase: “o que eu vou fazer sem determinada pessoa”? uma vez que sua rotina e você se adaptou a ela.

Ou seja, como o próprio nome já disse, você se torna dependente emocionalmente daquela pessoa, devido à relação que vocês possuem.

No entanto, além da famosa frase, existem algumas outras coisas que podem mostrar a dependência emocional em todas as relações.

E, devido nem sempre temos aquela pessoa no cotidiano, acaba sendo algo que faz mal, onde você precisa reconhecer isso e buscar ajuda.

Portanto, para ajudar você, ou outra pessoa que esteja passando por isso, citaremos tudo sobre como reconhecer a dependência emocional nas relações, e o que fazer para evitar isso.

Como reconhecer a dependência emocional nas relações?

Antes de qualquer coisa, você precisa saber que a dependência emocional não se resume apenas a relações amorosas.

Nesse sentido, diferente do que muitos pensam, você pode ter esse problema de dependência em diversos tipos de casos e relações.

Sendo assim, confira como reconhecer essa dependência totalmente emocional, nas principais relações:

Relacionamentos amorosos

Por mais que ele não seja o único, os relacionamentos amorosos ainda são os principais causadores da dependência emocional.

Dessa forma, você pode perceber essa dependência, quando no relacionamento já não existe mais aquele prazer, ocorrendo:

  • Brigas
  • Xingamentos
  • Discordâncias
  • E dentre outras coisas

No entanto, mesmo com tudo isso, você não consegue largar o relacionamento, com medo principalmente de ficar sozinho.

Ou seja, basicamente, a pessoa se tornou sua rotina, e mesmo com todos os problemas você não consegue acabar com o ciclo amoroso.

Isso também é um dos principais geradores de alcoolismo e depressão, sendo às vezes necessário até mesmo a procura de uma clínica de reabilitação para alcoólatras.

Relações entre parentes

Depois das relações de dependência emocional com parentes, uma outra relação que pode envolver bastante a parte emocional, é entre parentes.

Nesse sentido, isso acontece muito principalmente entre pais e filhos, onde alguns não conseguem aceitar que o filho tenha a sua individualidade.

Desse modo, pode acontecer de ocorrer aquela relação sufocante, onde muitos pais chegam a usar chantagem emocional, para impedir que os seus filhos sigam a vida.

Além disso, você também vai ver que isso ocorre com os filhos, onde muitos, devido a relação parental, não conseguem seguir o próprio rumo.

Sendo assim, mesmo que seja necessário seguir a sua própria vida, ocorre aquele medo de não conseguir viver separados dos pais e dentre outras coisas.

Portanto, se você faz esse tipo de coisa, ou sofre com alguma delas, certamente estamos falando de uma grande dependência emocional.

Amizade

Por fim, mas também uma das dependências emocionais bem presentes, são as amizades.

Atualmente, você pode notar que muito é usado o termo de amizade tóxica, que basicamente são pessoas que podem acabar tirando o seu bem-estar.

Dessa forma, você pode reconhecer a dependência emocional, principalmente em casos de ciúmes extremos, a ponto de o seu amigo (a), não permitir que você tenha outras pessoas em seu ciclo.

No entanto, devido a amizade, principalmente se for de muito tempo, acaba ocorrendo aquele medo de uma conversa.

Ou, até mesmo chegar a terminar o ciclo de amizade com aquela pessoa.

Então, acaba preferindo se magoar, do que tomar uma ação, principalmente com medo de não conseguir adquirir outras amizades.

O que fazer para evitar a dependência emocional?

Infelizmente, essa dependência é algo que de toda forma acaba seguindo grande parte das pessoas.

Dessa forma, acaba sendo algo comum, muitas vezes inevitável, principalmente quando o contato é a muito tempo.

Logo, para essa dependência, o que você pode procurar a ajuda de uma pessoa próxima e confiável, para trazer outro ponto de vista.

Até porque, muitas das vezes, você pode achar que é coisa da sua cabeça, e assim acabar seguindo devido a dependência emocional.

No entanto, muitas das vezes apenas isso pode não ser o suficiente para tratar esse problema, sendo essencial um acompanhamento psicológico.

Além disso, você precisa saber que a dependência causada por emoções pode trazer outros problemas, como alcoolismo, depressão, ansiedade, entre outros.

Assim, caso também for necessário, o ideal é buscar uma clínica de recuperação para dependentes químicos.

Portanto, não leve esse problema como algo normal, uma vez que isso pode acabar com o seu psicológico, tornando sua vida um verdadeiro caos.

O ideal é que você procure sempre algo que lhe deixe saudável, e que vai lhe trazer felicidade.

Considerações finais

Se você queria saber como reconhecer a dependência emocional, certamente esse artigo abriu muito a sua mente.

Então, se você tem casos próximos, ou até mesmo si próprio esteja passando por essa situação, procure ajuda imediatamente.


Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News
Continuar lendo

TECNOLOGIA

CONHECIMENTO

NOTÍCIAS POPULARES