Curta e Compartilhe!

Notícias

Regina Duarte deixou o cargo de secretária de Cultura do governo Bolsonaro

Publicado

on

Regina Duarte deixou o cargo de secretária de Cultura do Bolsonaro

A secretária de Cultura do governo Bolsonaro, Regina Duarte, deixou o cargo na manhã desta quarta-feira (20). Acompanhada da deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), a atriz se reuniu com o presidente no Palácio da Alvorada e comunicou a saída.

Bolsonaro falou sobre a baixa e revelou os motivos que levaram a atriz a deixar o cargo. “Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias”, afirmou o presidente, nas redes sociais.

Regina passou pouco mais de dois meses à frente da Secretaria. À época, após longa negociação com o presidente, a atriz assumiu o cargo no dia 4 de março deste ano.

De lá para cá, Regina se envolveu em polêmicas e entraves com atores e membros de outras classes artísticas. Carolina Ferraz, por exemplo, teve sua foto publicada em uma rede social de Regina e pediu para remover a imagem, demonstrando ser contrária à colega de profissão e ao governo.

Também houve ruído de comunicação com o próprio presidente. Regina demitiu da Funarte o então presidente Dante Mantovani, após polêmicas sobre comparação entre rock e satanismo. Tempos depois, Bolsonaro readmitiu Mantovani, mesmo a contra-gosto da secretária.

Contudo, o que mais marcou o mandato de Regina foram as declarações dadas à emissora CNN. No último dia 7 de maio, a então secretária relativizou as mortes ocorridas na época da ditadura militar, se recusou a ouvir uma pergunta e abandonou, ao vivo, o estúdio onde a entrevista ocorria. Relembre:

https://www.youtube.com/watch?v=tgy1j8QERak&
Regina Duarte ‘surta’ em entrevista ao vivo à CNN Brasil

Na terça (19), Bolsonaro compartilhou um vídeo de uma entrevista do ator Mário Frias, também à CNN, onde Frias se coloca à disposição do cargo. “O Jair, cara, pro que precisar, eu tô aqui”, disse. “Pelo Brasil, eu tô aqui. O que for preciso, não vou correr.”

A declaração foi dada antes da confirmação de que Regina deixou o governo.

Comentar

Comente a notícia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Meio Ambiente

Brasil – Nível dos reservatórios devem continuar baixo nos próximos dias

Publicado

on


Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News

Relatório elaborado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) aponta que todas as regiões do Brasil estão com os níveis dos reservatórios abaixo da média histórica. De acordo com a instituição, as regiões Sul, Centro-Oeste e Sudeste se encontram em situação mais crítica.

A projeção é de que o Sudeste e o Centro-Oeste brasileiros terminem o mês de julho com os reservatórios apenas 26% da capacidade. Para a região Sul, a previsão é de que reservatórios fiquem com 45% da capacidade. O Nordeste, por sua vez, deve terminar o mês com 53% da capacidade, enquanto o Norte com 80%.

Segundo o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, a crise hídrica não ocorre somente no Brasil, e que se trata de um processo de mudança climática. Ele pontuou, ainda, que o quadro não ocorre em todo o país, mas concentrada particularmente na região Centro-Oeste e no Sudeste.

A estimativa é de que o volume de chuvas do Brasil, em 2021, seja o menor dos últimos 90 anos. Inclusive, o governo iniciou uma campanha para o consumo consciente de água e luz. No entanto, a possibilidade de racionamento foi descartada.


Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News
Continuar lendo

TECNOLOGIA

CONHECIMENTO

NOTÍCIAS POPULARES