Curta e Compartilhe!

Economia

Alta dos índices de inflação faz com que empresários importem mais

Comprar no exterior – Claus Malamud enumera cinco dicas que irão facilitar o processo de importação

Publicado

on

Pexels

Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News

O mercado financeiro elevou, mais uma vez, a estimativa para inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Para 2022, o mercado financeiro subiu de 4,55% para 4,63% a estimativa, sendo esta a 16ª alta seguida. Essas elevações têm preocupado empreendedores que buscam alternativas para conseguir manter suas margens de lucro sem repassar todo esse aumento para o consumidor final.

Segundo Claus Malamud – mentor de mercados asiáticos na Link e sócio do Mr China Imports , empresa especializada em facilitar o acesso ao comércio exterior – importar passa a ser uma das melhores opções.

“Cortar intermediários é o melhor caminho para evitar que a alta na inflação leve a perda da margem de lucro. Vai ser através da importação que o empreendedor vai conseguir melhores preços”, explica o especialista.

5 dicas que irão facilitar o processo de importação

Para ajudar o pequeno e médio empresário a comprar no exterior de forma estratégica, Claus enumera cinco dicas que irão facilitar o processo de importação. Confira abaixo:

AS Últimas Notícias

Receba diariamente nossa newsletter em seu email

Invalid email address
  1. Análise de mercado – confira os preços praticados no mercado e verifique se o produto já é importado;
  2. Escolha do fornecedor – prospectar produtos e fornecedores pelo Alibaba (melhor fonte atual, na minha opinião). Observar a análise de viabilidade verificando por qual valor o produto vai chegar ao brasil com impostos, transporte e taxas;
  3.  Inspeção de qualidade – solicitar amostras e até uma inspeção de fábrica antes de fazer o pagamento;
  4. Documentação – habilitar o radar (autorização para importar) e iniciar o processo de pagamento e produção, programando já o frete de saída da china;
  5. Ter um despachante aduaneiro para realizar seu desembaraço; e
  6. Desenvolver sua marca devidamente registrada, com embalagens e produtos com sua identidade visual própria.

Empresas brasileiras se rendem às importações da China

Desde junho deste ano, a Americanas, por intermédio da sua plataforma de logística a LETs, oferece aos clientes um serviço que garante a entrega de produtos importados da China em até 11 dias.

Esse tipo de prazo é possível graças ao fretamento de cinco voos cargueiros semanais de Hong Kong até São Paulo. A rede disponibiliza, ainda, um rastreio completo possibilitando ao consumidor acompanhar o produto desde a sua separação no país de origem até o envio à sua residência, no Brasil.

A operação faz parte da Americanas Mundo, um serviço lançado em 2019 para importar produtos com frete grátis.

Sobre Claus Malamud – Mentor de mercados asiáticos na Link School Business e é influencer digital com mais de 90 mil seguidores no Instagram- onde compartilha diariamente dicas de importação da China, Claus é, também, influencer do Clube Importador, coletivo de importação. 


Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News

ECONOMIA

TECNOLOGIA

noticias

Entenda: caso Bruno e Dom Philips