Presidente Jair Bolsonaro Alterado, diz ter as “armas da democracia” nas mãos

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se mostrou irritado na saída do Palácio da Alvorada, na manhã desta quinta-feira (28). Bolsonaro demonstrou descontentamento sobretudo com o Supremo Tribunal Federal (STF).

Sob a afirmação de que ministros do STF estariam tomando decisões “quase pessoais”, o presidente disse ter as “armas da democracia” nas mãos.

Bolsonaro demonstrou indignação tanto com o inquérito das fake news, que apura produção e disseminação de notícias falsas por parte de apoiadores do presidente, quanto à divulgação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, que mostra Bolsonaro assumindo que poderia interferir na Polícia Federal.

“Me desculpem o desabafo, mas acabou. Não dá para admitir atitude de pessoas tomando certas ações quase pessoais. Não vamos permitir que uma pessoa tome decisões em nome de todos.”

Bolsonaro não respondeu aos jornalistas e bradou: “Quem não quiser ouvir, que vá embora”.