Curta e Compartilhe!

Meio Ambiente

Polícia Federal deflagra operação “Matáá” para apurar responsabilidades pelas queimadas do Pantanal Sul

Publicado

on

Polícial Federal deflagra operação "Matáá" para apurar responsabilidades pelas queimadas do Pantanal Sul

As queimadas e o cemitério de animais queimados levaram a Polícia Federal a iniciar na manhã desta segunda-feira, 14, a Operação Matáá, para apurar a responsabilidade criminal pelas queimadas na região do Pantanal Sul. A Polícia Federam cumpre dez mandados de busca e apreensão nas cidades de Corumbá e Campo Grande o foco é investigar supostos envolvidos com queimadas que devastaram mais de 25 mil hectares do bioma pantaneiro, atingindo áreas de preservação permanente e os limites do Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense e da Serra do Amolar.

Durante a ofensiva aberta na manhã desta segunda, 14, agentes periciaram as áreas afetadas pelas queimadas e ainda ouviram uma série de envolvidos. As ordens de busca cumpridas foram expedidas pelo Juízo da 1ª Vara Federal de Corumbá e as diligências foram feitas em fazendas nas margens do rio Paraguai. Em razão da impossibilidade de voo por causa da fumaça das queimadas, os agentes chegaram até os locais em barcos, informou a PF.

A Polícia Federal informou que por meio da análise de imagens de satélites e o sobrevoo das áreas foi possível identificar o início e a evolução diária dos focos de queimadas da região. Segundo o delegado Alan Givigi, chefe da delegacia da PF de Corumbá, as imagens apontaram que os incêndios se iniciaram em fazendas isoladas com indicativos da utilização do fogo como um meio de limpeza de pastos destinados à agropecuária.

Meio Ambiente

Brasil – Nível dos reservatórios devem continuar baixo nos próximos dias

Publicado

on


Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News

Relatório elaborado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) aponta que todas as regiões do Brasil estão com os níveis dos reservatórios abaixo da média histórica. De acordo com a instituição, as regiões Sul, Centro-Oeste e Sudeste se encontram em situação mais crítica.

A projeção é de que o Sudeste e o Centro-Oeste brasileiros terminem o mês de julho com os reservatórios apenas 26% da capacidade. Para a região Sul, a previsão é de que reservatórios fiquem com 45% da capacidade. O Nordeste, por sua vez, deve terminar o mês com 53% da capacidade, enquanto o Norte com 80%.

Segundo o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, a crise hídrica não ocorre somente no Brasil, e que se trata de um processo de mudança climática. Ele pontuou, ainda, que o quadro não ocorre em todo o país, mas concentrada particularmente na região Centro-Oeste e no Sudeste.

A estimativa é de que o volume de chuvas do Brasil, em 2021, seja o menor dos últimos 90 anos. Inclusive, o governo iniciou uma campanha para o consumo consciente de água e luz. No entanto, a possibilidade de racionamento foi descartada.


Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News
Continuar lendo

TECNOLOGIA

CONHECIMENTO

NOTÍCIAS POPULARES