O mercado de suplementos alimentares vem crescendo cada ano mais no Brasil. Em 2019, a venda desses produtos movimentou mais de 2 bilhões de reais no país.

Dessa forma, investir em uma revenda de suplementos  tem se mostrado um caminho bastante promissor.

Existem diversas formas de revender e lucrar dentro desse mercado. Por isso, surgem muitas dúvidas de como funciona esse estilo de negócio.

Saiba agora tudo sobre o funcionamento de uma revenda de suplementos para você começar a planejar seu negócio ideal nesse exato momento:

1 – As formas de revender suplementos

O primeiro passo que você precisa dar é escolher em qual meio você irá revender seus produtos. Cada um tem suas vantagens e desvantagens, então pense o que se encaixa mais no seu estilo empreendedor.

  • Loja física exclusiva:

Abrir uma loja somente para venda de suplementos pode não ser um caminho fácil. Existe um custo e uma burocracia maior.

Entretanto, quando instalada em uma região promissora existem também muitos benefícios. Com uma loja física, você tem menos concorrência e pode conquistar uma clientela fiel.

  • Loja física já existente:

Um caminho simples é incluir a venda de suplementos em negócios que já funcionam. Você pode revender esse tipo de produto dentro de uma farmácia, de uma academia ou de uma loja de produtos naturais.

A grande vantagem é não precisar investir muito e já ter certa garantia de clientes.

  • Loja on-line exclusiva:

Compra e venda on-line é o negócio do futuro. Revendas de suplementos podem ser feitas através da sua própria loja virtual.

Aqui também existe vantagem do baixo investimento inicial. Você precisará apenas contratar um programador para criação do site e um contador para legalização da loja.

Outro grande destaque da loja on-line é a possibilidade de revender para o país inteiro, não ficando preso a clientes da sua região.

  • Marketplace:

Também é possível revender seus produtos em uma plataforma de venda on-line. Nesse caso, você já possui os clientes do próprio Marketplace e seu esforço é apenas em destacar seus produtos.

Para trabalhar nessas plataformas, você precisará pagar uma taxa de comissão sobre cada venda feita ou uma mensalidade.

2 – A busca por fornecedores

Comprar os suplementos a baixo custo é essencial para o sucesso da sua revenda. Então, encontrar um bom fornecedor é um passo muito importante.

Aqui também você pode escolher entre os dois caminhos: físico ouvirtual. Existem pequenos fornecedores que trabalham indo até as lojas físicas, vendendo e entregando os produtos.

Também há como adquirir os suplementos virtualmente. Você pode encontrar vários atacados on-line, tanto nacionais quanto internacionais. Explorar bastante o mercado virtual é uma boa opção para conseguir melhores preços.

3 – Divulgando o seu produto

Nenhum investimento é capaz de dar certo sem um bom marketing. Para trabalhar uma boa divulgação da sua revenda, primeiro você precisa entender dos produtos.

Leia muito sobre suplementação alimentar, a sua importância e os produtos mais famosos. Saber o que é whey protein, o que é BCAA, quais suplementos são indicados para cada objetivo é essencial para o sucesso da revenda.

Quando tiver o assunto dominado, escolha suas formas de marketing. Hoje em dia, o melhor caminho é através das redes sociais. Busque em qual rede seus clientes em potencial estão e trabalhe muito na produção de conteúdo de divulgação dos produtos.

Outra boa opção é investir em parcerias. Pode ser através de influenciadores, nutricionistas ou até mesmo academias. Perceba quem já ocupa determinado espaço nesse mundo e busque fazer contatos.

4 – Cuidados legais com a revenda de suplementos

A documentação necessária para legalizar sua revenda de suplementos varia conforme as formas citadas anteriormente que você optou.

Pode ser apenas um CNPJ, ou precisar de Alvará ou de licença na junta comercial. Para tratar dessa parte, sempre é aconselhado investir em um contador.

O principal cuidado que é preciso ter na revenda de suplementos é com quais produtos você vai trabalhar. Isso acontece porque muitos não são liberados pela ANVISA ou pelo Ministério da Saúde.

Um suplemento pode ser considerado tanto um alimento quanto um medicamento pelos órgãos legais, dependendo de sua composição. Então, fique sempre atento no que você pode ou não pode revender.

Caso você escolha um fornecedor internacional, importando produtos, o cuidado deve ser redobrado. Muitas suplementações são liberadas em outros países e não são legalizadas no Brasil.

Com isso, você já sabe todos os primeiros passos de uma revenda de suplementos. Já entende como funciona, quais são as vantagens e desvantagens e, mais importante, como enxergar nesse mercado uma oportunidade promissora.

Assim como qualquer outro negócio, revender suplementos não é simples. Mas com o crescimento da procura por esses produtos, tornou-se uma opção muito lucrativa.

Planejando e estudando muito, não há motivos para hesitar nesse grande investimento. Uma revenda de suplementos pode ser o caminho ideal para você seguir agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.