Curta e Compartilhe!

Reflexão

4 formas de manter a saúde física e mental em dia em tempos de pandemia

Publicado

on

A pandemia causada pelo novo coronavírus trouxe uma série de desafios para o nosso cotidiano, sendo um deles a necessidade de aprender como manter saúde mental e física em um período de isolamento.

No momento, o país tem mais de 650 mil infectados e mais de 35 mil mortos pela Covid-19 e, pelo ritmo atual, a situação ainda deverá se manter até, pelo menos, outubro deste ano.

Por isso, a perspectiva é que o isolamento social se mantenha por vários meses. Isso significa que, quem não souber como manter saúde mental e física, terá alguns problemas nesse período.

Quer aprender como manter saúde mental e física na quarentena? Então siga a leitura abaixo!

1. Seguir uma rotina é uma forma de aprender como manter a saúde física e mental

Uma das melhores maneiras para manter a saúde física e mental durante a pandemia do novo coronavírus é manter a sua rotina o mais parecida possível com o período pré-quarentena.

Por exemplo, se você acordava às 7 da manhã para começar a trabalhar às 8 horas no seu escritório, mas agora faz home office, então mantenha o hábito de acordar às 7 horas da manhã.

Aproveite essa 1 hora para tomar um bom café da manhã ou colocar em prática as outras dicas que daremos neste artigo. Depois, comece a trabalhar às 8 horas e pare para o almoço no mesmo horário que parava antes.

É importante manter essa rotina para que o corpo e a mente não sofram com um baque de ficar isolado em casa. Se manter preso a uma rotina atua como uma espécie de âncora mental que nos deixa focados no “mundo real” e não no impacto de ficar em casa.

2. Invista seu tempo em massagens e momentos relaxantes

A quarentena é estressante. Afinal, estamos em casa sem poder sair, além de termos de acompanhar as notícias (cada vez mais assustadoras) e tememos que nossos familiares saiam de casa e fiquem doentes.

Por isso, uma das maneiras de como manter saúde mental e física é apostar em massagens e momentos relaxantes durante o dia. Não precisa ser diariamente, mas uma duas ou três vezes por semana já é o suficiente.

Compre um bom creme para massagem, separe o momento antes de dormir para criar uma atmosfera relaxante e peça para seu/sua cônjuge fazer uma boa massagem relaxante em você. Isso ajuda a aliviar o estresse e manter a calma no período.

3. Faça exercícios físicos durante o dia

Outro elemento que ajuda bastante a aliviar o estresse e manter a saúde física e mental na quarentena é a prática de exercícios físicos.

Existem vários especialistas no assunto que estão fazendo lives diárias com rotinas de exercícios físicos para fazer em casa. Não é nada muito intenso, mas apenas alguns minutos para ajudar a soltar o estresse e manter o corpo saudável.

4. Pratique a meditação e o mindfulness para os danos mentais

A quarentena é um período muito fértil para a nossa ansiedade. Ficar em casa trancado é muito complicado e pode gerar danos mentais consideráveis, especialmente para quem fica preocupado com os familiares.

Por isso, uma boa ideia é praticar um pouco de meditação todos os dias ou mesmo o mindfulness, a recente técnica de meditação que ajuda a manter o seu foco no momento, afastando a ansiedade.

Isso é importante para que não fiquemos tão preocupados o tempo todo, nem tenhamos todos os efeitos negativos da ansiedade, como aumento de estresse, mais consumo de comida e por aí vai.

E aí, aprendeu como manter saúde mental e física na quarentena? Com essas 4 dias, seus dias ficarão muito mais tranquilos e você lidará melhor com a situação.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe este artigo nas suas redes sociais para que seus amigos também vejam este conteúdo!

Comentar

Comente a notícia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conhecimento

Descubra como reconhecer a dependência emocional nas relações

Para ajudar você, ou outra pessoa que esteja passando por isso, citaremos tudo sobre como reconhecer a dependência emocional nas relações, e o que fazer para evitar isso.

Publicado

on

Descubra como reconhecer a dependência emocional nas relações

Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News

Muitas vezes de forma involuntária, a dependência emocional nas relações é algo que ocorre bastante e você pode estar passando por isso.

Dessa forma, é muito comum a seguinte frase: “o que eu vou fazer sem determinada pessoa”? uma vez que sua rotina e você se adaptou a ela.

Ou seja, como o próprio nome já disse, você se torna dependente emocionalmente daquela pessoa, devido à relação que vocês possuem.

No entanto, além da famosa frase, existem algumas outras coisas que podem mostrar a dependência emocional em todas as relações.

E, devido nem sempre temos aquela pessoa no cotidiano, acaba sendo algo que faz mal, onde você precisa reconhecer isso e buscar ajuda.

Portanto, para ajudar você, ou outra pessoa que esteja passando por isso, citaremos tudo sobre como reconhecer a dependência emocional nas relações, e o que fazer para evitar isso.

Como reconhecer a dependência emocional nas relações?

Antes de qualquer coisa, você precisa saber que a dependência emocional não se resume apenas a relações amorosas.

Nesse sentido, diferente do que muitos pensam, você pode ter esse problema de dependência em diversos tipos de casos e relações.

Sendo assim, confira como reconhecer essa dependência totalmente emocional, nas principais relações:

Relacionamentos amorosos

Por mais que ele não seja o único, os relacionamentos amorosos ainda são os principais causadores da dependência emocional.

Dessa forma, você pode perceber essa dependência, quando no relacionamento já não existe mais aquele prazer, ocorrendo:

  • Brigas
  • Xingamentos
  • Discordâncias
  • E dentre outras coisas

No entanto, mesmo com tudo isso, você não consegue largar o relacionamento, com medo principalmente de ficar sozinho.

Ou seja, basicamente, a pessoa se tornou sua rotina, e mesmo com todos os problemas você não consegue acabar com o ciclo amoroso.

Isso também é um dos principais geradores de alcoolismo e depressão, sendo às vezes necessário até mesmo a procura de uma clínica de reabilitação para alcoólatras.

Relações entre parentes

Depois das relações de dependência emocional com parentes, uma outra relação que pode envolver bastante a parte emocional, é entre parentes.

Nesse sentido, isso acontece muito principalmente entre pais e filhos, onde alguns não conseguem aceitar que o filho tenha a sua individualidade.

Desse modo, pode acontecer de ocorrer aquela relação sufocante, onde muitos pais chegam a usar chantagem emocional, para impedir que os seus filhos sigam a vida.

Além disso, você também vai ver que isso ocorre com os filhos, onde muitos, devido a relação parental, não conseguem seguir o próprio rumo.

Sendo assim, mesmo que seja necessário seguir a sua própria vida, ocorre aquele medo de não conseguir viver separados dos pais e dentre outras coisas.

Portanto, se você faz esse tipo de coisa, ou sofre com alguma delas, certamente estamos falando de uma grande dependência emocional.

Amizade

Por fim, mas também uma das dependências emocionais bem presentes, são as amizades.

Atualmente, você pode notar que muito é usado o termo de amizade tóxica, que basicamente são pessoas que podem acabar tirando o seu bem-estar.

Dessa forma, você pode reconhecer a dependência emocional, principalmente em casos de ciúmes extremos, a ponto de o seu amigo (a), não permitir que você tenha outras pessoas em seu ciclo.

No entanto, devido a amizade, principalmente se for de muito tempo, acaba ocorrendo aquele medo de uma conversa.

Ou, até mesmo chegar a terminar o ciclo de amizade com aquela pessoa.

Então, acaba preferindo se magoar, do que tomar uma ação, principalmente com medo de não conseguir adquirir outras amizades.

O que fazer para evitar a dependência emocional?

Infelizmente, essa dependência é algo que de toda forma acaba seguindo grande parte das pessoas.

Dessa forma, acaba sendo algo comum, muitas vezes inevitável, principalmente quando o contato é a muito tempo.

Logo, para essa dependência, o que você pode procurar a ajuda de uma pessoa próxima e confiável, para trazer outro ponto de vista.

Até porque, muitas das vezes, você pode achar que é coisa da sua cabeça, e assim acabar seguindo devido a dependência emocional.

No entanto, muitas das vezes apenas isso pode não ser o suficiente para tratar esse problema, sendo essencial um acompanhamento psicológico.

Além disso, você precisa saber que a dependência causada por emoções pode trazer outros problemas, como alcoolismo, depressão, ansiedade, entre outros.

Assim, caso também for necessário, o ideal é buscar uma clínica de recuperação para dependentes químicos.

Portanto, não leve esse problema como algo normal, uma vez que isso pode acabar com o seu psicológico, tornando sua vida um verdadeiro caos.

O ideal é que você procure sempre algo que lhe deixe saudável, e que vai lhe trazer felicidade.

Considerações finais

Se você queria saber como reconhecer a dependência emocional, certamente esse artigo abriu muito a sua mente.

Então, se você tem casos próximos, ou até mesmo si próprio esteja passando por essa situação, procure ajuda imediatamente.


Mentes Blindadas no Google News
Mentes Blindadas no Facebook News
Continuar lendo

TECNOLOGIA

CONHECIMENTO

NOTÍCIAS POPULARES