O primeiro lugar da posição entre os carros mais vendidos em outubro é do Chevrolet Onix. O automóvel teve destaque também em novembro, com um número expressivo de 21.198 carros emplacados. Esse é o resultado ainda melhor do que o mês anterior, de acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores.

Este carro, que lidera em vendas já há alguns anos, permanece conquistando a muitos brasileiros, que são fanáticos pelos automóveis e acessórios para carros. A atenção ao Onix é em razão de toda a sua tecnologia e características específicas.

Já o segundo colocado, que apresenta uma diferença em relação ao Onix bastante expressiva, teve a venda de 7.890 no mês de novembro, e 9.691 em outubro. Isso fez com que o famoso HB20 se deslocasse para o terceiro lugar neste ranking de vendas.

O HB20, por conseguinte, fez a venda de 8.332 carros no mês de outubro. A posição seguinte, que antes era liderada pelo Volkswagen Polo, foi desbancado pelo Fiat Argo, com 7.586 carros emplacados no mês de outubro.

Ao cair uma posição, o Polo fez a venda de 7.245 unidades e finalizou o mês em quinto lugar entre os modelos com maior venda pelo Brasil.

Em sua totalidade, outubro conseguiu concluir 241mil vendas de automóveis no Brasil, levando em consideração os veículos leves, ônibus e também caminhões.

Veja quais são os 10 carros mais vendidos no mês de outubro!

A lista, abaixo, revela as escolhas do público brasileiro que investiu em um carro novo em outubro de 2019!

  • Chevrolet Onix – 1º lugar – 21.198 emplacados
  • Ford Ka – 2º lugar – 9.691 emplacados
  • Hyundai HB20 – 3º lugar – 8.332 emplacados
  • Fiat Argo – 4º lugar – 7.586 emplacados
  • Volkswagen Polo – 5º lugar – 7.245 emplacados
  • Chevrolet Onix Plus – 6º lugar – 7.140 emplacados
  • Jeep Renegade – 7º lugar – 6.680 emplacados
  • Volkswagen Gol – 8º lugar – 6.570 emplacados
  • Toyota Corolla – 9º lugar – 6.211 emplacados
  • Renault Kwid – 10º lugar – 6.066 emplacados

O nono lugar, inclusive, uma das opções dos brasileiros, também fará parte da competição automobilística do país. A Toyota tirou proveito de uma alteração em relação as regras deste campeonato, que terá monoblocos de unidades originais produzidas pelas suas fabricantes ao invés do chassi protótipo tubular atual.

Vendas comerciais

No mês de outubro, 42,04% de todos os veículos que foram vendidos compreendem a forma direta de negociação. Em relação aos comerciais, 72,59% do geral de unidades emplacadas permanecem neste padrão de negócio.

Em geral, o mercado automobilístico do Brasil fez a compra de 46,68% por meio da venda direta. Com as marcas, a GM é liderança de veículos, bem como a Toyota um destaque entre os comerciais leves.

Por fim, a GM permanece com a porcentagem de 18,82%, que segue a Volkswagen em 14,17% e a Toyota quantificando 11,11%. Esta, juntamente com a Hyundai, não empataram por muito pouco. A venda por CNPJ lidera em relação ao Onix, Compass e Renegade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.