De acordo com um estudo do SEBRAE, até o final deste ano, aproximadamente 89% das pequenas empresas brasileiras registrarão um faturamento menor em decorrência da pandemia do COVID 19.

Os setores de turismo, eventos e artísticos foram os mais afetados, sendo seguidos pelos segmentos de artesanato, moda e beleza, academia, educação e alimentação.

O SEBRAE vem orientando os pequenos e médios negócios a manter as despesas e prazos em dia através de negociações com bancos e fornecedores para manter a saúde financeira dessas empresas em dia. Tudo isso se tornou mais simples graças às medidas do governo federal e alguns governos estaduais.

Com o objetivo de informar como a inovação e adaptação das empresas são fundamentais para permanecerem competitivas no mercado, neste artigo, falaremos sobre três empresas que se reinventaram durante a pandemia do COVID 19 e através de estratégias de marketing digital obtiveram sucesso.

3 empresas que inovaram para superar a crise do novo coronavirus

Conheça abaixo três empresas que inovaram e conseguiram manter a saúde financeira da empresa.

Lu Estética de Paracatu/MG

A mais de 32 anos no mercado de estética e beleza em Paracatu, Luciene Martins é uma empreendedora brasileira que conseguiu manter seu negócio em funcionamento durante a pandemia do novo coronavirus.

A clínica, primeira aberta na cidade oferece serviços de design de sobrancelhas, depilação, massagens, podologia, tratamentos faciais e vários outros.

Um dos fatores que fizeram com que a clínica Lu Estética se mantivesse em alta durante a crise foi o investimento recorrente em cursos de aperfeiçoamento e marketing digital.

Além disso, a clínica também disponibiliza diversos cursos profissionalizantes totalmente online na área da estética, escalando o faturamento da empresa.

Com o decreto do governo de Minas Gerais para fechar as portas e iniciar o isolamento social, Luciene focou seus esforços na venda dos cursos online para todo o Brasil.

Luciene viu a pandemia como uma oportunidade de escalar seu nome e ajudar outras pessoas, assim, começou a dar capacitação para esteticistas informais da sua cidade, ensinando métodos de precificação, a importância dos registros, workshops e treinamentos.

Bar dos Amigos de Montes Claros/MG

Não é novidade que a essência de um bar é a aglomeração de pessoas e entretenimento, assim, Thiago Meira, proprietário do Bar dos Amigos se viu em uma encruzilhada, não podendo disponibilizar o espaço para comemorações, happy hours e shows de música ao vivo.

Durante a pandemia, devido às medidas de isolamento social, Thiago apostou no serviço de delivery, levando o boteco até a casa dos clientes.

Além das bebidas, o bar também entrega pratos e poções, também é possível unir várias pessoas através de confraternizações online, onde todos os integrantes recebem as bebidas e os petiscos, um diferencial com relação aos concorrentes.

Homeshock de Belo Horizonte/MG

A Homeshock, empresa de segurança eletrônica consolidada a mais de 23 anos em Belo Horizonte sentiu o impacto inicial da pandemia devido a inadimplência dos clientes.

Esses clientes em maior parte eram estabelecimentos comerciais, que devido às medidas de lockdown, tiveram de fechar suas empresas, impedindo o cumprimento dos compromissos financeiros.

Porém, como muitas pessoas estavam dentro de suas casas e sítios, a busca por sistemas de segurança residencial aumentou muito, foi aí que Alexandre, proprietário da Homeshock, viu uma oportunidade de manter o negócio funcionando.

A estratégia para dar conta da demanda, consistiu em criar uma escala de revezamento entre os técnicos para fazer o monitoramento das residências.

Além disso, todo o marketing digital ficou voltado para os sistemas de monitoramento remoto e segurança residencial.

Conclusão

Mesmo durante as dificuldades, os empreendedores devem se manter firmes e buscar por soluções para o enfrentamento destas crises.

As crises financeiras criaram diversas empresas de sucesso na história moderna da nossa sociedade, a pandemia do novo coronavírus não foi a primeira e nem será a última.