O que temos visto na política brasileira ultimamente é bastante oportunismo, seja de políticos e suas coligações para continuar no poder ou obter cargos através de apoios, seja como artista e pseudo-artista usando sua popularidade para conseguir se eleger para um determinado cargo político e conseqüentemente levar algum peso morto do partido consigo.

Nessas eleições vimos o exemplo de Alexandre Frota que se elegeu para o cargo de deputado federal juntamente apoiado pelo candidato eleito Jair Bolsonaro e em outras ocasiões o artista conhecido por Tiririca, esse chegou a dizer que iria sair da política e o motivo seria a vergonha das coisas sujas que viu na política, mas isso foi só mais um teatro dele, de alguma forma essa vergonha não faz mais parte dele e no decorrer do tempo vimos que Tiririca foi reeleito em 2018.

O escola sem partido segue ganhando Brasil a fora ainda que nada tenha sido aprovado a esse respeito junto com isso vem o ator, e agora político Alexandre Frota, eu citei apenas ator por que acredito que os brasileiros sabem os demais detalhes “profissionais” dele. O deputado eleito Frota seguiu nas redes sociais demonstrando forte apoio a um aspecto da ditadura militar que dessa vez surgiu travestido de “escola sem partido”. O escola sem partido é contra os princípios da democracia e a liberdade de ensino que o professor detém e inclusive o incentivo ao debate. O vídeo do deputado justificando e explicando o que seria a escola sem partido alem de ridículo, demonstra a que tipo de lideres o povo brasileiro vem entregando as rédeas desse país e nos faz questionar ate a palavra ator citado no começo desse parágrafo, pois bem, primeiramente indicamos que você assista ao vídeo do historiador Leandro Karnal a respeito da escola sem partido e sua a relação com a censura da ditadura, em seguida assista ao video que Frota publicou em suas redes sociais, preciso citar que ate os cortes ficaram horríveis.

https://www.youtube.com/watch?v=s2xHNMmnryw
Leandro Karnal sobre escola sem partido.
https://www.youtube.com/watch?v=OqXgl5-gbDE
Alexandre Frota defendendo escola sem partido.